Óleo de Melaleuca – Pra Que Serve?

Com nome complicado, tipo trava línguas, o óleo essencial de melaleuca apresenta diversos benefícios para a beleza e saúde. Obtido a partir das folhas da árvore australiana Melaleuca Artenifolia, conhecida como tea tree, apresenta uma coloração amarelada e um aroma único, o potencial do óleo de melaleuca é explorado pelos aborígenes da Austrália há milhares de anos para tratar feridas na pele.

Esse óleo essencial é muito utilizado e conhecido por ser um antisséptico poderoso e eficaz contra bactérias, vírus e fungos – além de ter propriedades anti-inflamatórias, antifúngicas e cicatrizantes que permitem que a substância seja usada como coadjuvante em tratamentos para acne e caspa, para acalmar a pele após a depilação, limpar a casa, eliminar odores corporais, entre tantas outras funções.

Óleo de Melaleuca – Como Usar

| NOS CABELOS | Funciona como antisséptico, bactericida e fungicida, ele é indicado para caspa e dermatites. Você pode diluir duas gotas do óleo essencial no shampoo.

| NO DESODORANTE | Nas receitas de desodorantes artesanais, o tea tree impede a proliferação de bactérias que causam o odor.

| ANTI-INFECÇÃO | Pingue até cinco gotas numa tigela com água quente. Cubra a cabeça com uma toalha e respire o valor por 5 minutos.

| ESPINHAS | Coloque direto sobre a lesão da acne ou misture com o óleo essencial de lavanda, que pode ser aplicado diretamente na pele. A dica é passar com um cotonete. Sabonetes com este óleo essencial na fórmula também valem a pena o investimento.

| MICOSE NÃO | Dilua o tea tree em óleo de lavanda meio a meio e aplique no local.

Contraindicações

Por ser natural, não há grandes contraindicações para o óleo de melaleuca quando usado em concentrações corretas. “No entanto, o uso oral não é recomendado por ser tóxico ao sistema nervoso central. Além do uso em gestantes é controverso, pois ainda não há estudos que comprovem sua segurança caso os componentes ou metabólitos do óleo atravessem a placenta. De qualquer forma, não é indicado principalmente no primeiro semestre da gravidez”, alerta a dermatologista Emily Alvernaz. Irritação e reações alérgicas podem ocorrer em pessoas pré-dispostas também.

Procure sempre um dermatologista ou aromaterapeuta para avaliação e recomendação da dose adequada para as suas necessidades.

Produtos com Tea Tree Oil na Composição

E você? Já teve alguma experiência com o óleo de melaleuca? Gostou? Me conta aqui nos comentários! 

Nutrição, beleza e beijos
Chris

Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

topo