Como usar óleos essenciais?

Nos últimos tempos, especialmente durante os dias que ficamos em casa devido a pandemia da Covid-19, eu comecei a usar mais produtos a base de óleos essenciais.

Tinha em casa sprays, óleos, difusores… Mas não usava. Até que no auge do stress da quarentena eu decidi me render aos óleos essenciais… E adivinha? Amei… Me pergunto porque eu não os usava antes! Nunca é tarde. Quer saber o que são e como usar os óleos essenciais? Então esse post é para você!

O que são os óleos essenciais?

São compostos produzidos por diversas partes da planta, como folha, flores e fruto. Possuem aromas naturais e fórmulas diferentes, com diversas funções, desde conservação e reprodução, atraindo a polinização, até sua cura e regeneração.

Para serem óleos essenciais, devem ser extraídos das plantas por processos físicos (geralmente a prensagem), ou seja, que não usam componentes químicos!

Os óleos essenciais são produzidos pelas plantas através de um processo bioquímico induzido pela luz do sol. Por isso, de um ponto de vista energético, entende-se que essa substância carrega em si a energia vital, ou prana – o princípio da vida. A ideia é que as moléculas do óleo essencial contenham em si o segredo da existência, a verdade, todo o universo em si! Por isso mesmo são super complexas e poderosíssimas.

A energia do sol é materializada no processo da planta de produção do óleo essencial, de modo que em contato com ele, podemos estar em contato direto com a própria luz. Além disso, toda a imagem da planta, ou o conjunto de suas características, forças, propriedades medicinais, encontra-se reunida em seu óleo essencial.”

Site da Almanati

Ou seja, com base nessas informações, só podemos concluir que os óleos essenciais são puros e poderosos! Podem ser utilizados tanto na cura física, como também atuar no campo das emoções e da própria espiritualidade.

Como usar os óleos essenciais?

Cuidado com a quantidade! Li uma informação importante no site da Naturalíssima (www.naturalissima.com.br):

Óleos essenciais são substâncias voláteis extremamente concentradas:  1 gota equivale a cerca de 24 xícaras da planta – mas pode variar por tipo de planta! Esta é uma informação básica e essencial para garantir segurança no uso da aromaterapia no dia a dia. Nobres, os óleos essenciais são fruto de uma extração delicada para não prejudicar a natureza. E precisam ser usado com muita (muita) consciência!

Site Naturalíssima

Ou seja, 1 a 2 gotas já são suficiente para a maioria das aplicações!

Hoje existem no mercado várias marcas e vários tipos de óleos essenciais. Tenho em casa alguns produtos da Almanati, de Aveda e da Terraflor.

Blends + Colar aromatizador de Almanati

Primeiro busque aqueles óleos que trazem benefícios para suas necessidade. Ahh… Não sabe qual? Tem uma colinha aqui para você:

Fonte: site Naturalíssima

Depois de escolhido o óleo essencial, o próximo passo é escolher a forma de utilização… Podem ser colocado em difusores de cerâmica ou eletrônicos, em banhos tipo banheira ou escalda pés, em cremes para massagem corporal ou até mesmo em sérum faciais. Também tem os sprays para corpo e ambiente, além dos colares aromáticos.

Sprays de Aveda

Vale sempre ler no rótulo do óleo essencial a forma de utilização, pois muda de planta para planta!

Os benefícios são diversos e individuais… Vão desde questões físicas como enxaquecas e cólicas, como questões como insônia e estresse, até mesmo questões emocionais, como tristeza e depressão.

Demais né? Poderia dizer: APAIXONANTE. Estou muito encantada com o universo da aromoterapia e seus óleos essenciais 😉

E você? Comenta aqui a sua experiência!

Nutrição, beleza e beijos,
Chris.

Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

topo