O que é ácido lático?

,

Bom, se você é meu seguidor/minha seguidora do instagram @chriscastro1 já deve saber o que é ácido lático… Mas, tudo bem se não sabe, pois nesse post eu vou contar de forma rápida e simples o que é esse ácido e como ele age na nossa pele!

O ácido lático e “dor muscular”

Quantas vezes você já escutou falar em ácido lático, mas logo pensou na dor muscular após o treino? Pois bem, fala-se muito em ácido lático em relação a isso, MAS SÃO COISAS DIFERENTES! Quando falamos em músculo, falamos em LACTATO. O lactato é um sub produto do metabolismo muscular, produzido pelo próprio organismo humano durante a realização de exercícios físicos. Daí quando exercitamos demais, produzimos lactato demais… Essa “dor muscular” tem como uma das causas esse excesso!

O lactato e ácido lático possuem função e estruturas diferentes! Mas existe uma confusão com esses termos (inclusive em quase todos os posts que eu vi nas pesquisas do Google, eu li textos com essa confusão). Mas o que se sabe é que eles possuem uma relação importante! O organismo quebra o ácido lático e cria o lactato como fonte de energia. Ele é essencial para o corpo, pois é a oxidação do ácido lático gera energia para o organismo, sendo a principal fonte de abastecimento de células cardíacas ou fibras musculares!

(NOTA – para escrever esse texto, pedi ajuda aos universitários… Dois amigos que entendem tudo de metabolismo do exercício físico: o educador físico @rodrigocampospersonal e da nutricionista @nayccavalcanti 😉 )

Mas não é só o músculo que usa o ácido lático! O corpo inteiro, dos cabelos a pele. Um dos principais benefícios é a propriedade umectante, que proporciona à pele uma maior retenção de água, contribuindo de forma significativa na hidratação da pele, além da micro-esfoliação que o ácido faz, atuando na renovação celular.

Benefícios para a pele

O ácido lático, assim como o ácido glicólico e o ácido mandélico, são alfahidroxiácidos (AHA), ácidos orgânicos naturais que podem ser encontrados naturalmente em diversos vegetais, como cana-de-açúcar (ácido glicólico) e frutas (ácidos cítrico e málico), e também no leite azedo (no caso do ácido lático).

Como já diz o nome, o ácido lático, é bastante encontrado em laticínios e já é usado desde as primeiras civilizações como dica de beleza… A Cleópatra fazia famosos banhos de leite para deixar a pele radiante!

Bom, seus efeitos de hidratação e renovação celular já são largamente comprovados e utilizados na estética. As moléculas deste ácido que atualmente encontramos nos produtos cosméticos não são extraídas de matrizes naturais, já que é muito mais fácil e económico sintetizá-las.

Na pele, o esse ácido estimula a produção de colágeno, ajuda no limpeza dos poros e remove suavemente a pele morta, sem irritar. É um amigo da pele mista e da pele sensível. As suas características sobrepõem-se em parte às do ácido glicólico, mas o lático tende a ser melhor tolerado pela generalidade das pessoas, em parte porque não penetrará tão profundamente na pele.

Melhor cosmético com ácido lático

Olha, não vou falar que é o melhor do mercado, mas posso falar que é o melhor que já usei! A Biossance lançou recentemente o sérum noturno com ácido lático e eu já testei e amei! É uma fórmula com 10% desse ácido, uma porcentagem segura para uso diário e com resultados comprovados de efeito restaurador para pele. Além de ter o esqualano como base do produto e outros ativos vegetais que completam a fórmula!

“Nós redesenhamos o ativo completamente transformando-o em vegano bio fermentado a partir de açúcares de fonte sustentável.”

Site da Biossance

Estou usando há uma semana, mas já posso falar desse produto, pois esfolia e restaura para uma pele mais macia, iluminada e mais uniforme!

COMPRE AQUI!

Aff #ácidoláticolover 😉 Fica a dica!

Nutrição, beleza e beijos, Chris.

Deixe o seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

topo