Quais ingredientes devemos evitar? – Cosméticos, alimentos e medicamentos

Sei que muitas pessoas não tem esse costume, mas saber quais são ingredientes de um cosmético antes de comprá-lo é bem importante. Mas então, quais ingredientes devemos evitar?

Substâncias que provocam danos

Diariamente somos bombardeados por inúmeras substâncias químicas que nós não conhecemos nem o nome, mas infelizmente elas podem provocar danos à nossa saúde. A maioria das pessoas só se preocupa com os parabenos e acham que se um produto não os contém, é seguro. Você já ouviu falar de retinil palmitato, oxibenzona, triclosan? Saiba que embora você quase não ouça falar muito dessas substâncias, elas são ainda mais polêmicas que os parabenos, acredite se quiser!

Minha intenção com esse post é te dar informação, um pequeno alerta sobre o que podemos encontrar nos cosméticos que usamos diariamente. Ninguém é obrigado a usar produtos naturais, orgânicos, mas você precisa ter discernimento e conhecer os ingredientes do produto que você usa, saber se ele pode eventualmente te fazer mal ou não! Vamos conferir uma lista que preparei pra você com quais ingredientes devemos evitar?

Quais ingredientes devemos evitar?

| TRICLOSAN

Triclosan é um agente antibacteriano e conservante frequentemente encontrado em desodorantes, cremes dentais, sabonetes líquidos ou em barra, como em produtos antiacne. Segundo o Environmental Working Group (EWG) – organização americana que, dentre outras coisas, é especializada em pesquisa nas áreas de produtos químicos tóxicos – o Triclosan está ligado a distúrbios endócrinos (mesmo em baixas concentrações), bioacumulação (com o tempo, sua atividade antibacteriana torna-se ineficaz) e é classificado como alergênico (pele, olhos e pulmões) pela União Europeia.

| ALUMÍNIO (ALUMINUM POWDER) E DERIVADOS (MAGNESIUM ALUMINUM SILICATE, POR EXEMPLO)

O alumínio (e outros ingredientes que o contenha) é frequentemente associado a danos no sistema nervoso, ou seja, é apontado como uma possível neurotoxina.

| CHUMBO

Não tem função alguma nos cosméticos e nem é acrescentado a eles intencionalmente. No entanto, muitos batons têm sido contaminados por esse metal pesado que pode causar danos preocupantes ao organismo.

| BENZOPHENONE-3, TAMBÉM CONHECIDA COMO OXIBENZONA OU OXYBENZONE (EM INGLÊS)

Oxibenzona é um ingrediente comumente encontrado em protetores solares, cuja função primária é absorver a luz ultravioleta. Foi banida na Suécia e segundo o EWG, o ingrediente pode causar disfunção hormonal, absorve através da pele em quantidades significativas e contamina os corpos de 97% dos norte-americanos, de acordo com Centro de Controle e Prevenção de Doenças, agência federal americana responsável por administrar programas nacionais de prevenção e controle de doenças contagiosas.

Além disso, em 2006, o SCCP (Scientific Committee on Consumer Products) Europeu considerou a Oxibenzona como um possível ingrediente alergênico e fotoalergênico (isto é, torna o usuário mais sensível à luz solar).

| PABA (TAMBÉM CONHECIDO COMO AMINOBENZOIC ACID OU ÁCIDO AMINOBENZÓICO)

Tem como função filtrar a radiação ultravioleta. Está na lista de ingredientes “restritos ou proibidos” pelo governo canadense e segundo o EWG, pode ser absorvido pela pele, causar dermatite de contato e fotossensibilidade. Além disso, o PABA pode gerar radicais livres e danificar o DNA das células, aumentando o risco de cancro e, consequentemente, câncer.

| RETINIL PALMITATO E RETINOL

Retinil palmitato é um ingrediente composto de ácido palmítico e de Retinol (vitamina A) comumente encontrado em hidratantes faciais e corporais, produtos anti-idade, batons, bases, blushes, dentre outros. Segundo o EWG, quando exposto à luz ultravioleta, os compostos de retinol se quebram e produzem radicais livres tóxicos que podem danificar o DNA e causar mutações genéticas (precursoras do câncer).

| PARABENOS (ETHYLPARABEN, METHYLPARABEN, PROPYLPARABEN, DENTRE OUTROS)

Com certeza vocês já devem ter ouvido falar dos polêmicos parabenos, conservantes largamente utilizados pela indústria alimentícia, farmacêutica e cosmética. Eles geralmente vem acompanhados dos nomes Metil, Butil, Propil, Etil, Isobutil, Isopropil e são facilmente identificáveis nos ingredientes dos mais variados cosméticos.

Segundo o EWG, há fortes evidências de que os parabenos tenham ação estrógena. No final de 1998, a equipe do pesquisador John Sumpter da Universidade de Brunel, Grã-Bretanha, publicou um trabalho identificando os parabenos como mimetizadores estrogênicos, o que pode gerar disfunções no comportamento hormonal e aumentar a suscetibilidade ao câncer de mama, por exemplo.

| MINERAL OIL OU PARAFFINUM LIQUIDUM (ÓLEO MINERAL)

Esse ingrediente pode obstruir os poros, acumular na pele e cabelos, não possui qualquer valor nutritivo, pode ocasionar envelhecimento cutâneo, além de interferir nos mecanismos de hidratação natural da pele. Além disso, em 2002, um estudo do National Toxicology Program trouxe limitadas evidências sobre o óleo mineral ser cancerígeno quando inalado (em produtos aerossol).

| PHENOXYETANOL

phenoxyethanol é um conservante que previne a formação de microorganismos e também costuma a ser usado em fragrâncias, como estabilizador. Segundo o EWG, na União Europeia o phenoxyethanol é classificado como um componente alergênico. Além disso, estudos apontam o phenoxyetanol como uma possível neurotoxina, ou seja, pode afetar o sistema nervoso a médio e longo prazo.

| ETANOLAMINAS (DEA, MEA, TEA – DIETHANOLAMINE, MONOETHANOLAMINE E TRIETHANOLAMINE, RESPECTIVAMENTE) E COMPOSTOS QUE LEVEM DEA, MEA E TEA NO NOME (EX: COCAMIDE DEA, COCAMIDE TEA, TEA-LAURYL SULFATE, ETC)

Etanolaminas são compostos de amônia usados em cosméticos como emulsificantes e agentes de formação de espuma. The Material Safety Data Sheet observa que a exposição prolongada a esses compostos pode resultar em insuficiência hepática, renal ou lesão do sistema nervoso. Também observa que os estudos em animais com a DEA e a MEA têm mostrado uma tendência para estimular a formação de tumores e causar anormalidades no desenvolvimento de um feto. Segundo a FDA, o Programa Nacional de Toxicologia (NTP) concluiu um estudo em 1998 que encontrou uma associação entre a aplicação tópica de DEA e seus derivados e câncer.

| SODIUM LAURYL SULFATE (SLS) OU LAURIL SULFATO DE SÓDIO

Um dos agentes de limpeza mais usados: você vai encontrá-lo em shampoos, detergentes, sabonetes, etc. É um ingrediente irritante (assim como o Ammonium lauryl sulfate), tende a ressecar a pele e os cabelos e é considerado comedogênico. De acordo com o Journal of the American College of Toxicology, o SLS pode desnaturar as proteínas da pele e ser absorvido pela mesma. Além disso, o SLS é considerado uma toxina ambiental, ou seja, polui o meio ambiente.

| BENZYL BENZOATE

É usado como solvente, conservante, pode causar dermatite de contato, alergias e seu uso é restrito em fragrâncias. Listado como alergênico pela União Europeia. Estaria associado a distúrbios endócrinos e danos no sistema nervoso, principalmente em crianças.

| TOCOPHERYL ACETATE (ACETATO DE TOCOFEROL)

É usado como antioxidante e pode causar alergia/dermatite de contato; estudos apontam formações de tumores em altas doses desse composto. Várias marcas chamam o Acetato de Tocoferol de “vitamina E”, mas não é. A vitamina E natural é o tocoferol (tocopherol), não o Acetato de Tocoferol!

| TOLUENO (TOLUENE), FORMOL OU FORMALDEÍDO (FORMALDEHYDE) E DBP (DIBUTIL FTALATO OU DIBUTYL PHTHALATE)

tolueno atua como solvente/antioxidante e é frequentemente encontrado em esmaltes (mas não só neles!), assim como o formol e o DBP. Segundo o EWG, o tolueno é altamente irritante, tóxico para o sistema respiratório e há evidencias limitadas de toxidade para o sistema cardiovascular, renal, dentre outros.

formol é usado como conservante e desnaturante e tem nota 10 no EWG. Não é novidade para ninguém que o formol é comprovadamente cancerígeno (de acordo com o IARC), fortemente irritante e tóxico para o sistema respiratório. Assim como o tolueno e o formol, o DBP tem nota 10 no EWG. Este é proibido na União Europeia e pode causar distúrbios endócrinos e é tóxico para o sistema respiratório.

| PROPYLENE GLYCOL

Atua como agente umectante e controlador de viscosidade, dentre outros usos. Está relacionado a possíveis alergias, dermatites de contato, além de poder intensificar a penetração de outros ingredientes na pele. Pode ser tóxico para o sistema reprodutivo.

| PEGS (POLYETHYLENE GLYCOLS) E SEUS DERIVADOS

PEGs são amplamente usados em cosméticos como agentes espessantes, emulsificantes, solventes, etc. Geralmente os PEGs vem acompanhados de números: PEG-100, PEG-7, PEG-8 (dentre centenas de outros) e esses números indicam o peso molecular aproximado do composto. Quanto menor for esse peso molecular, mais facilmente ele poderá penetrar na pele (e claro que isso depende da condição em que se encontra a mesma).

As preocupações relativas aos PEGs são que eles podem ser contaminados com impurezas: os PEG-4, PEG-7, PEG-4-dilaurato, PEG 100, podem ser contaminados com o Ethylene oxide (óxido de etileno), que é extremamente tóxico. Os PEG-6, PEG-8, PEG-32, PEG-75, PEG-150, por exemplo, podem ser contaminados com 1,4-dioxane, que é cancerígeno. Óbvio que os fabricantes atuam de modo a tentar eliminar essas contaminações, mas será que todos conseguem?

PEGs podem causar irritações e sensibilizações em peles predispostas e algo preocupante acerca desses compostos é que eles podem facilitar a penetração de outros ingredientes da fórmula do produto que o contiver. Definitivamente, os PEGs são extremamente polêmicos e devido ao seu amplo uso nos cosméticos, é mais seguro evitá-los.

Agora você sabe quais ingredientes devemos evitar!

Anotou ai quais ingredientes devemos evitar? Agora fique mais atenta aos rótulos dos seus produtos! Vai fazer toda a diferença nos seus cuidados com a pele.

Confira aqui mais posts relacionados aos perigos de alguns ingredientes:

Me conta aqui nos comentários se você gostou desse formato de post.

Nutrição, beleza e beijos,
Chris.

1 comentário, Deixe o seu também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Leticia
    Maio 18, 2021
    Adorei!! Muito explicativo!!
topo